Skip to main content

Terceiro Dia de Imersão, Ideias Mais Claras

Treinamento de três dias chega ao último; cansaço físico e mental, muitos novos contatos e, principalmente, ideias em abundância 

Por Verônica Guimarães | Jornalista da 8Ps 

A Imersão 8Ps, Turma 40, chega ao seu terceiro dia de treinamento. Os rostos cansados são comuns de serem encontrados, porém, vê-se muito mais conexões entre seus participantes e sorrisos nos lábios e olhares.  

Para Mari Pandolfi, empresária do ramo de software do oeste do Paraná, que trouxe uma equipe de seis pessoas, o terceiro dia está surpreendendo. “Até então eu não tinha visto muita novidade, confesso. Estava até um pouco decepcionada, embora não seja exatamente eu a responsável em aplicar o marketing na empresa – sou gestora financeira. Mas hoje o conteúdo tem deixado mais claro os processos todos apresentados até aqui”, argumenta. 

Ela conta que seu filho esteve na última Imersão 8Ps, Turma 39 de setembro, e foi o principal motivar para que ela também viesse. “Ele voltou muito empolgado do curso, disse que seria importante a empresa participar e por isso vim eu e trouxe uma parte da equipe, para que todos pudessem ter a oportunidade de aprender”, relata. 

Já o professor de cálculo para estudantes de engenharia Denis Rodrigues, Imerso pela primeira vez, conta que já trabalha vendas de aulas on-line e que percebeu que precisa trabalhar de outra maneira suas vendas. “Eu já conhecia e aplico várias técnicas comentadas aqui. Mas percebi que preciso de um produto novo, que seja de venda recorrente. Estou saindo com ideias novas e mais claras”, diz. 

A paulistana Rosana Aragon, proprietária de uma editora e uma revista de grande circulação em condomínios de luxo da região, se refere à Imersão 8Ps como um evento que faz com que a pessoa tenha real envolvimento com o aprender. “Aqui a gente respira conteúdo, não dá para mudar de assunto, é muita coisa ao mesmo tempo e isso faz com que novas ideias brotem e que as questões que envolvam o nosso negócio estejam mais claras”, justifica. 

Ela relata que entende a necessidade dos três dias de treinamento e os períodos dados no evento para as pausas necessárias. “Por ser muito o conteúdo e, dependendo do tema envolvido, de difícil compreensão, entendo que precisamos de mais tempo para falarmos a respeito e também para que possamos de fato assimilar tudo. Não é tão simples assim. Os horários mais longos para almoço, por exemplo, são necessários para não pirarmos porque a cabeça está a milhão. Terei que voltar em próximas Imersões”, brinca.  

Rosana conta ainda que já participou de outros treinamentos, mas considera a Imersão 8Ps completa. “Já fui a muitos treinamentos e não tem comparação com esse”, finaliza.