Skip to main content
CONRADO-ADOLPHO-IMERSAO-8PS

“Na Imersão 8Ps, Dois Cursos Acontecem Em Paralelo: O Técnico E O Que Eu Chamo De Jogo Interno Para Aplicar O Que Aprendeu”, Diz Conrado Adolpho

Conrado Adolpho explicou para os mais de mil empresários de pequenos e médios negócios, presentes na Turma 39 da Imersão 8Ps, o conceito desse treinamento intensivo, que, segundo ele, não se resume ao aprendizado das ferramentas de marketing digital.

POR: JANAÍNA QUITÉRIO | REPÓRTER DA WEBLIV

De hoje (21 de setembro) a domingo (23 de setembro), no Centro de Eventos Pró-Magno, em São Paulo, acontece a Turma 39 da Imersão 8Ps – um treinamento de marketing digital e vendas, conduzido por Conrado Adolpho, pautado pelo Método 8Ps (8 Passos para alavancagem de negócios). Esta é a quarta imersão realizada neste ano, que, juntas, beneficiaram cerca de 4.200 empresários de diferentes segmentos empresariais e regiões do Brasil. Ainda está prevista mais uma edição em 2018.

imersao-8ps-turma-39
Empresários chegam à Imersão 8Ps animados

Em uma pesquisa aplicada a todos os participantes – e que está em processo de preenchimento, com 60% de respostas até a tarde do primeiro dia do evento -, 98% dos empresários da Turma 39 vieram pela primeira vez à Imersão 8Ps e, desses, 40% não conheciam Conrado Adolpho, mas souberam do treinamento por indicação (+ de 50%) ou por campanhas em redes sociais (34%). Mais de 300 participantes se inscreveram porque ainda estão em processo de montagem do próprio negócio e querem começar da forma correta.

É o caso de Daniele Tenório, ex-funcionária do setor público que se inscreveu na Imersão 8Ps com o objetivo de mudar de ramo e montar o próprio negócio, no segmento de coaching para mulheres que, como ela, estão em fase de reinvenção da vida. “Estou numa fase de reinvenção profissional. Pra mim, trabalho sempre foi muito importante e eu estava muito infeliz. Eu era assessora de um deputado federal e o que eu entregava não chegava às pessoas.  Foi, por isso, que eu saí faz três meses. Estou aqui na Imersão porque aprendi que um dos pilares é ter um propósito, que eu demorei para encontrar, e ainda não sei direito como aplicar ao meu negócio”, conta.

Daniele Tenório (à esq) recebe da consultora 8Ps o seu prêmio recebido (EAG)

Daniele foi sorteada para fazer o curso EAG (Empresa AutoGerenciável, no valor de 6 mil) – um treinamento complementar ao Método 8Ps com o objetivo de melhorar a gestão dos pequenos e médios negócios.

50 HORAS DE TREINAMENTO EM TRÊS DIAS?!

Conrado Adolpho costuma comparar a Imersão 8Ps a um MBA devido à intensidade e quantidade de conteúdo ensinado. Tendo como guia uma apostila de 294 páginas, os participantes aprendem os 8 Passos para alavancagem de negócios, por meio de estratégias de marketing digital, e fazem um plano de ação detalhado, com exercícios, dinâmicas, intervenções e orientações, baseados no próprio negócio.

Imersão 8Ps é guiada por apostila, onde cada empresário preenche o seu plano de negócios

“Desde dezembro do ano passado, já fizemos cinco turmas (Turmas 35, 36, 37, 38 e 39) neste formato de treinamento imersivo. Antes, as turmas 8Ps eram feitas em formatos bem menores, com até 150 pessoas. Este formato intensivo era um sonho que eu tinha – e as pessoas diziam que não era possível: fazer um treinamento que não tivesse hora para acabar. E por que disso, você pode perguntar. Porque são dois cursos que acontecem em paralelo. Um curso técnico, bem denso, com apostila e muitas estratégias, e outro que eu chamo de Jogo Interno, que é o que acontece dentro de você – os sentimentos, suas crenças limitantes, medos. Na Imersão, ao levá-los ao limite, quero tirar esses sentimentos de “não sou capaz”, “não consigo fazer” etc., porque, para você superar essas crenças, é preciso reconhecê-las”, explica Conrado durante a plenária.

Nesse sentido, a Imersão 8Ps atua em dois caminhos: de um lado, ensina o que é preciso fazer para que a empresa cresça e, de outro, trabalha o combustível emocional para aplicar o que foi aprendido. “Só o caminho não adianta porque muita gente sabe o que tem que ser feito, mas não faz. E por quê? Porque falta combustível emocional – e esse é um dos caminhos aprendidos aqui”, finaliza Conrado.