Skip to main content

Com Feira Agendada Para os Dias Seguintes à Imersão 8Ps, Fabricante Aplica Técnica e Faz 310 Vendas Antes Mesmo do Evento

Decidida a vender, Gisleine não titubeou e aplicou a técnica de antecipação por funil de vendas em plena Imersão, Turma 38; suas vendas quadruplicaram em relação ao esperado

Por Verônica Guimarães – Jornalista da 8Ps

Ela já tinha uma certa prática em comandar uma empresa, havia trabalhado com balões personalizados, empreendimento da família do marido, Emiliano, que acabou fechando no início de 2015. A partir dali a paulistana Gisleine de Cássia Pereira resolveu que queria ter a própria empresa, mas não sabia com o que iria trabalhar.  

Resolveu, então, partir para a confeitaria e passou a fabricar bolos e doces para a venda por conta própria ali mesmo na Zona Norte de São Paulo, já que cozinhar era algo de que ela gostava e se dava bem. “Mas o mercado exige diplomas ou certificações, é uma forma de creditar o que você faz. Fui buscar isso e me formei culinarista”, conta ela.

E foi justamente nesse curso que Gisleine se deparou pela primeira vez com uma forma flexível feita com silicone em tamanho grande e que poderia dar um grande auxílio nas suas produções caseiras. “O dono da forma tinha realizado a compra na França e o preço para importar não era muito acessível”, diz. Mais que depressa, e aproveitando a profissão do marido – químico, ela levou fotos e o solicitou para que ele tentasse fazer uma para ela. “Deu certo!”.

Nasce uma nova empresa

“As vendas dos doces não eram tão rentáveis e o sufoco financeiro só crescia”. Num dia de desespero, Gisleine, através de uma rede social, passou a buscar os contatos que tinha de culinaristas. “O dinheiro que ainda tínhamos era muito pouco e logo se esgotaria. Vendemos nosso carro e injetamos o valor na tentativa de produzir as formas em silicone. A pressão emocional era grande e meu objetivo era oferecer o produto e fazer a venda àqueles contatos. Mandei mensagem para todo mundo que eu conhecia do setor oferecendo o molde que meu marido havia produzido para mim, eu tinha a certeza de que iria interessar para outros profissionais do ramo”, comenta.

Eis que um dos contatos realizados deu retorno positivo, interessado naquele que agora ela enxergava como um produto que poderia trabalhar. “Com o mesmo olhar que eu tive para aquela forma siliconada, eu sabia que outras pessoas também veriam praticidade e se interessariam em experimentar também”, diz.  

Alguns dias mais adiante, ainda com dinheiro escasso, uma loja, a qual ela já havia feito inúmeros contatos e sempre com retornos negativos, a procurou interessada em conversar melhor sobre o molde. Gisleine fechava ali seu primeiro cliente em quantidades. “Essa loja ainda compra comigo e somos, atualmente, grandes parceiros comerciais”, explica.

De lá pra cá a FleXarte apenas cresceu e a forma que tinha apenas um formato serviu de pontapé inicial para outros produtos com o mesmo material e objetivo: facilitar a vida do culinarista. “Hoje temos 580 moldes de silicone alimentício flexarte. Foquei em moldes diferentes e na qualidade do produto. Não imaginávamos que esse seria nosso principal foco e atividade profissional”.

Novas demandas

A partir daí, Gisleine tinha um novo desafio, aprender a lidar com uma empresa que estava iniciando e que precisava aparecer. “A empresa onde eu atuava antes, da família do meu marido, já tinha um certo espaço de mercado. Pensar em abrir um caminho em busca dos clientes era um desafio e tanto – e eu não sabia como operar isso”, afirma.

Ela foi, então, procurar saber o que as empresas fazem para aparecer e vender através da internet. “Abri um Instagram e página no Facebook. Mas não é assim tão simples, não!”, brinca. Foi ela buscar entender melhor sobre o funcionamento das mídias digitais e, conversando com amigos e conhecidos, que um deles comentou sobre a Imersão 8Ps, do Conrado Adolpho. Sem nem mesmo saber quem era Conrado, Gisleine seguiu seu instinto e a indicação de quem já o conhecia e havia estado na Imersão e comprou sua participação no treinamento. “Não podia ter feito melhor escolha”.

Por dentro do mundo digital

Logo de cara, Gisleine conta que se viu um pouco perdida em meio a pouco mais de mil pessoas, da Turma 38 da Imersão 8Ps. “Eu estava me julgando louca por estar lá, mesmo sempre gostando de estudar e ir atrás de conteúdos dos mais diversos. Mas logo no primeiro dia fiquei encantada com aquilo tudo. Percebi que não sabia nada mesmo da área e estava devorando o conteúdo na prática”, diz.

No segundo dia de Imersão 8Ps, o sábado, ela conta que as coisas começaram a ficar mais claras para ela. “Iríamos participar de uma feira em uma semana e o objetivo era bombar as vendas de quatro lançamentos. E, quando o Conrado passou a falar de funil de vendas e anúncios, tive a luz que faltava”, brinca.

De dentro do salão do treinamento 8Ps, ela aproveitou sua ideia e mandou uma mensagem ao marido, via aplicativo, pedindo para que ele rapidamente fizesse um anúncio que seria postado por ela no Instagram da empresa. “Dali mesmo eu pedi para ele produzir uma arte rápida com informações e dicas passadas pelo Conrado minutos antes. O objetivo era já montar um funil de vendas e antecipar o lançamento dos moldes para a feira” conta.  

Para não perder tempo, no anúncio ela trabalhou o gatilho de escassez e solicitou reservas do produto via Whatsapp e retirada direto no stand da feira, “seria uma forma de eu já ter o controle das vendas e do retorno que estava tendo desse anúncio”, diz. O objetivo era vender 40 moldes no período em que aconteceria a feira, “vendemos 310 moldes, quatro vezes mais. Foi um verdadeiro sucesso! Os 8Ps funcionam mesmo”. Com os frutos coletados, Gisleine passou a fazer parte do One Week Club – grupo de empresários que conquistam os primeiros resultados até uma semana após o treinamento 8Ps.

A brusca mudança em um curto período de tempo

Desde que resolveu empreender com as formas em silicone, Gisleine tinha certeza de que a empresa daria certo e teria boa projeção. Mas não era exatamente o que estava acontecendo. “Há um espaço grande entre o resultado que se quer e o que se sabe de fato colocar em prática rumo às vendas”.  

Até a Imersão 8Ps, a empresa de Gisleine estava faturando ceca de 70 mil a 90 mil reais. “Claro, tínhamos resultados com as vendas, mas precisaríamos alcançar ainda mais resultados com clientela fiel e um espaço maior no mercado. Precisávamos de reconhecimento do trabalho que estamos fazendo”, comemora.

Quase quatro meses após a Imersão, a empresa de Gisleine já cresceu 30% em relação ao que estava operando antes do treinamento. Em 2017, o crescimento anual foi fechado em 40%. “Em um curto espaço de tempo, crescemos quase a mesma coisa que o ano passado todo. As dicas e ensinamentos do Conrado são realmente críveis e com resultados fantásticos”, finaliza.

Resultados 8Ps:

. Venda de 310 moldes em silicone através de gatilho de escassez em lançamento de produto;

. Crescimento de 30% em quase quatro meses após Imersão;