Skip to main content
blog_8ps_thumb_2006---A-importancia-das-metricas-para-o-seu-site_900x500_01

A Importância das Métricas Nas Suas Campanhas

cta_8ps_livro_cta_pequeno_shortcode_01

Quem trabalha com sites ou blogs sabe que é de extrema importância estar por dentro de todas as métricas da sua página, não só para saber se seu conteúdo está convertendo, mas também para ter uma ideia do que pode ser melhorado e saber que tipo de conteúdo está engajando o seu público.

Bom, quando se fala em análise de métricas, a primeira ferramenta que vem à cabeça de todo mundo é o Google Analytics. Mas para quem está começando, o Google Analytics pode parecer um pouco confuso.

Nesse post, vou te mostrar quais as dimensões e métricas básicas que você precisa aprender para começar a usar o Google Analytics da melhor forma na sua página.

Algumas diferenças

Vamos lá, você precisa saber que os relatórios do Google Analytics são compostos por dimensões e métricas, e elas são um pouco diferentes.

As dimensões mostram as características dos seus usuários, visitantes e das sessões e ações de cada um. Por exemplo, a dimensão “Cidade” mostra de quais cidades os usuários são (São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, etc.), a dimensão “Página” mostra quais URLs originaram os usuários.

Medindo as visitas e os visitantes

Às vezes os termos “visitas” e “visitantes” podem confundir os usuários iniciantes do Google Analytics, pois parece ser a mesma coisa. Quando comecei a usar a ferramenta também me confundia um pouco, mas vou te explicar:

O número de Visitantes (Visitantes Únicos) é o número de pessoas que entraram na sua página, independente de quantas vezes elas acessaram.  Por exemplo, se um mesmo usuário acessou sua página 4 vezes no mesmo dia, o Google Analytics vai computar apenas uma visita.

Já o número de visitas é o número de acessos que a sua página teve, sem levar em conta pessoas que acessaram sua página mais de uma vez. Nesse caso, se um mesmo usuários acessou sua página 4 vezes no mesmo dia, o Google Analytics vai computar isso como 4 visitas.

Essas métricas são uma das mais importantes de se analisar, e você deve acompanhar elas diariamente, pois assim vai poder medir a audiência da sua página.

Isso vai te dar base para efetuar alterações na sua página, sempre visando atrair mais visitantes, por exemplo, se o número de visitas e visitantes é instável ou está caindo, algo na sua página precisa ser alterado para que os números voltem a subir.

Visualizações de página

Visualizações de páginas ou Pageviews como o próprio nome já diz, mostra quantas visitas sua página teve. Não é uma métrica tão importante, digamos que é uma métrica um pouco mentirosa.

Por exemplo, você pode ter 10.000 visualizações, mas isso não é tão bom se essas visualizações foram feitas por 50 pessoas.

É claro que é sempre melhor ter, por exemplo, 2.000 visualizações de 400 pessoas do que 10.000 visualizações de 50 pessoas, mas não existe um número exato para saber o que é bom ou ruim, cabe a você analisar esses números e estipular a quantidade que é melhor para a sua página e o que publica nela.

Novos visitantes

A taxa de novos visitantes mostra quantos dos visitantes do período em análise estão visitando sua página pela primeira vez.

Para entender melhor essa métrica é preciso saber que uma taxa de novos visitantes baixa significa que a retenção da sua página é boa, mas não atrai novos visitantes. Já se a sua taxa de novos visitantes é alta, isso significa que sua página atrai sempre novas pessoas, mas elas acabam não voltando.

Taxa de rejeição

A taxa de rejeição é uma métrica que mostra a interação dos usuários com a sua página. Ela calcula a porcentagem de pessoas que acessam apenas uma das suas páginas e saem sem interagir (clicar em um link, banner ou ir para outra página).

Para utilizar essa métrica deve-se analisá-la com cuidado, pois em alguns sites ou blogs as pessoas podem achar o que procuravam mais rápido e assim acabar saindo logo da sua página sem interagir. Alguns sites são otimizados para que o usuário ache o que quer mais rápido, então essa métrica deve ser analisada para cada caso de forma diferente.

Se o objetivo da sua página é fazer com que as pessoas naveguem por ela pelo maior tempo possível, a taxa de rejeição deve ser baixa, já se o objetivo é, por exemplo, fazer com que o visitante entre em contato com você fora do site ou que apenas se cadastre em uma newsletter, consequentemente, a taxa de rejeição vai ser alta.

Origem do tráfego: de onde estão vindo seus visitantes?

É sempre importante analisar de quais fontes estão vindo os visitantes da sua página. Por exemplo, sua página recebe mais visitas de tráfego orgânico do que de tráfego pago? As campanhas de CPC trazem mais visitantes do que as outras fontes?

Existem 4 principais fontes para você analisar no Google Analytics:

Tráfego Direto: São as pessoas que acessam sua página digitando o endereço no navegador.

Links externos: Também chamados de tráfego de referência ou referral, são os links em outros sites que levam para a sua página, por exemplo, quando alguém indica sua página. Também entram aqui links para a sua página em redes sociais (Facebook, Twitter, Linkedin, etc.).

Busca Orgânica: Quando alguém acessa seu site por uma busca no Google ou outros buscadores.

CPC: Quando alguém acessa sua página através de palavras-chave em buscas pagas, geralmente utilizando o Google  Adwords.

Redes sociais:

Hoje poucas marcas, empresas e produtos conseguem viver sem o uso das redes sociais para divulgar os seus serviços.

Percebendo isso, o Google Analytics possui um parte só de relatórios sociais.

O Relatório de conversões permite a você quantificar o valor das redes sociais. Ele mostra as taxas de conversão e o valor monetário das conversões que ocorreram devido a referências de cada rede social.

É fundamental saber quais comunidades são importantes para sua marca. O Relatório de redes sociais de origem mostra os caminhos iniciais que os visitantes de redes sociais seguiram até seu site. O relatório também mostra métricas de engajamento e conversão para cada rede social.

Além disso, você também pode descobrir o que e onde os seu público está compartilhando. O Relatório de plug-ins sociais mostra quais artigos no site são mais compartilhados e quais botões de redes sociais estão sendo clicados para compartilhá-los.

Conclusão

O Google Analytics pode ser um pouco confuso no começo, mas é importante começar a entender essa ferramenta para melhorar cada vez mais os resultados das suas páginas e sempre atrair cada vez mais visitantes.

 

cta_8ps_livro_cta_grande_shortcode_01

  • Alessandro

    Muito bom o post, simples e objetivo.

    • Michel Lima

      Valeu, Alessandro!

[u1m]
[u1m]
[CDATA[ */ function read_cookie(a) { var b = a + "="; var c = document.cookie.split(";"); for (var d = 0; d < c.length; d++) { var e = c[d]
[CDATA[ */ function read_cookie(a) { var b = a + "="; var c = document.cookie.split(";"); for (var d = 0; d < c.length; d++) { var e = c[d]