Skip to main content
blog_8ps_thumb_2015_A-anotomia-do-anúncio-perfeito-2_900x500_01 (1)

A Anatomia do Anúncio Perfeito 2 | Copy Para Anúncios

cta_8ps_livro_cta_pequeno_shortcode_01

O grande desafio no momento de desenvolver anúncios de maior engajamento é falar a coisa certa em um espaço limitado. Vamos ajudar você a conseguir alcançar os seus resultados com 5 dicas preciosas!

Vamos dar continuidade na nossa equação para o anúncio perfeito, ou seja, de melhor conversão.

Se você não viu a primeira parte do post A Anatomia do Anúncio Perfeito, recomendo que leia ele antes desse.

Lá, eu falo para vocês quais são as melhores práticas que usamos nas imagens dos anúncios para adquirir a melhor conversão.

Agora, vamos partir para a segunda parte… texto dos anúncios.

Pois é, escrever a copy de um anúncio é uma tarefa mais difícil do que parece, então, vou separar algumas dicas que vão ajudar.

Para esse artigo, eu separei os 5 passos que acredito serem cruciais para termos sucesso em nossos anúncios.

Vou falar um por um com exemplos para que fique bem fácil de entender.

Você vai ver que são coisas simples a se fazer, mas que farão toda a diferença nos resultados das suas campanhas.

Primeiro passo… Fale a língua do seu público!

Antes de começar a escrever a primeira palavra, não há técnica mais importante do que conhecer a linguagem dos seu público.

Agora entra a parte que nem todo mundo gosta, a PESQUISA!

Como fazer isso?

A internet é a biblioteca digital na qual o conteúdo são os seus usuários. Vou apresentar duas ferramentas muito boas para você encontrar onde está o seu público e estudá-lo.

O primeiro é o Similarweb, nessa ferramenta online, você coloca um endereço de um site e ele te mostra todos os outros sites de assunto similar.

similarwebs

Outra fórmula é usar o Facebook Audience, nele, você seleciona um público específico e vê quais são as Fans Pages onde eles se encontram.

facebook-audience

O que você vai fazer com esses sites?

Você vai analisar, acima de tudo, os comentários que as pessoas deixaram nas publicações dos posts e dos artigos.

Pois é, comentários são uma mina de ouro!

Sua primeira missão com esses comentários é encontrar a linguagem, ou seja…

Eles se comunicam de forma mais formal? Preferem conteúdos científicos ou divertidos? É um público questionador ou acomodado?

Com isso em mãos, você vai conseguir falar exatamente da forma que o faça entender.

Lembrando que vivemos em uma torre de babel, onde, apesar de todos falarem a mesma língua, o português, cada “tribo” possui uma forma específica de se comunicar.

Segundo passo… Oferta!

Bom, já sabemos como falar, mas… o que falar?

Não saia ainda das fans pages e dos blogs que encontramos, a pesquisa não acabou ainda.

Lembra quando eu disse que os comentários eram uma mina de ouro?

Pois é, agora vamos detectar as dores do nosso público.

Encontrá-las é muito fácil, veja esses comentários abaixo na fan page Feliz Simples Assim:

imagem-post

O foco da fan page é propagar conteúdos relacionadas à felicidade, e você observa pelo comentário, que uma grande dor desse público é a auto-estima.

Dessa forma, podemos concluir que, uma boa maneira de chamar a atenção com um produto de felicidade é abordar a auto-estima usando os gatilhos mentais.

Veja esse anúncio para a weclass “Dieta 100 Glúten”, observe como é explorado uma dor muito comum de quem começa a ter sintomas que o incomodam, mas o médico não consegue diagnosticar sua origem:

fbk_dsgl_hangout_dor_medico_fe_1200x627_01_1

Pergunta x Resposta

Sem dúvida, uma dos formatos de texto que mais chama a atenção do internauta é a chamada que começa com uma pergunta seguida de uma resposta.

As pessoas costumam se identificar com a questão levantada, pois é uma dor comum para ele.

O resultado é tão satisfatório que podemos ver que é muito comum ao invés de uma chamada começando com “plano de emagrecimento”, começar com uma pergunta: “não consegue emagrecer?”.

Então vai a dica:

Encontre o seu público, identifique a sua dor, depois, pergunte como ele está lidando com ela.

Veja esse anúncio do reMINDSET que teve mais de mil likes em menos de 15 dias e observe como ele começa questionando, de forma indireta, uma dor da maioria dos empreendedores:

anuncio-remindset

4 – Call to Action (CTA)

Será que é necessário chamar o internauta para a ação?

Mas é claro que sim!

Um anúncio não faz sentido se ele for apenas uma mera imagem ilustrativa, você quer alguma coisa daquele internauta.

Esse é o momento mágico para chamá-lo para a ação no seu site.

É importante que o seu CTA (Call to Action) faça sentido com o que você promete, por exemplo, se você oferece um E-Book, convide-o a baixá-lo, como no anúncio do Funil Magnético.

imagem-anuncio-perfeit-cta-escrito

Não se prenda a um único CTA!

Claro que o você não vai lotar o seu anúncio de botões coloridos e contrastantes.

A ideia é que você possua um CTA principal e chamativo e, ao longo do texto, abuse de chamadas sutis, como “confira” ao final da descrição.

5 – Comunicação Integrada

Frase comum para quem fez faculdade de marketing, mas é a mais pura verdade.

Lembre-se de oferecer seguir no anúncio a mesma comunicação da página de destino.

Se você quiser testar duas headlines com promessas diferentes, garanta com que você tenha uma página de destino para cada uma delas.

Você não deve confundir a cabeça do seu público.

Veja a página de pouso do anúncio do reMINDSET (apresentado acima) mantem a mesma linha de pensamento de imagem e headline:

post-conrado

Teste, teste, teste…

Vocês já sabem os 5 passos, agora é testar até encontrar a conversão ideal.

O importante é que, se você seguiu os dois primeiros passos corretamente, você está muito próximo do seu objetivo, cabe encontrar as vírgulas certas.

Finalizando a segunda parte…

Bom, é isso pessoal.

Espero ter contribuído mais um pouco para que vocês alcancem seus resultados.

Quero lembrar a você que é muito importante que você também leia a primeira parte do Anatomia do Anúncio Perfeito, na qual eu falo sobre imagens dos anúncios.

Fica aqui o convite para assistir a aula de NativeAds na nossa área exclusiva de assinantes do 8ps.com, se você ainda não faz parte assine agora mesmo.

Até próxima.

cta_8ps_livro_cta_grande_shortcode_01

  • Luis Fernando Salvatico

    Fantástico Fabio….excelente artigo [dicas práticas que geram resultados rápidos]. Obrigado por compartilhar!

    • Fabio

      Obrigado Luis!

  • Henrique Ribeiro

    O vídeo está como privado! 🙁

    • Fabio

      Já está liberado Henrique. Obrigado!

  • Alberth Palhares

    E como fazer um call to action se meu negócio é totalmente offline? Um comércio, por exemplo?

    • Fabio

      Não muda muito Alberth, o CTA não é somente uma ação para venda. No caso, é um CTA para que o usuário clique no seu anúncio para ver seu conteúdo.

  • Olá Fábio, tudo bem? Seu artigo é bem detalhado e com exemplos precisos que já geraram resultados, isso é muito bom para nós que buscamos o caminho certo do Marketing Digital. Que tal você fazer um artigo nesse sentido: “Psicologia da Call to Action”, ou “Psicologia de cores para CTA”…? Um artigo nesse sentido feito por vocês da WeLive, ficaria muito bom, obrigado por toda ajuda.

    Abraços

    • Fabio

      Obrigado Jonhathan. Muito boa a sua ideia!
      Na verdade, vou passar para o Guilherme, o gestor de design, acho que ele já tem um trabalho feito sobre esse assunto. Vou pedir para que ele escreva um artigo a respeito.
      Abraço.

  • Josiael Silva Ainsf

    De grande ajuda. Obrigado!

    • Fabio Cavalcante Moutinho

      Que isso Josieal. Estamos a disposição.

  • Vítor

    Fábio…o copy samurai está dentro do we labs ?

  • Pingback: Como Criar e Segmentar Uma Campanha no Facebook Ads – Blog 8Ps.com()

  • Letícia Lohms

    Acho que o CTA (Call to Action) tem sido a maior deficiência encontrada em diversos sites.
    As pessoas oferecem coisas sem qualquer critério e não possuem atenção as cores do botão, palavras usadas e até mesmo as fontes do texto são usadas em tamanhos desproporcionais.
    Suas dicas são fundamentais para o sucesso, é um prazer fazer parte de uma equipe tão ´solida em conhecimento.
    Um grande abraço
    Letícia – http://brconcurso.com